O que está acontecendo

Por que é importante realizar tratamento com podólogo?

Calos, calosidades, verrugas, unhas encravadas e micoses. Difícil encontrar quem nunca teve um desses problemas nos pés e não ficou em dúvida sobre quem procurar para resolvê-los. Nossos pés possuem 26 ossos, 107 ligamentos e 33 articulações, que são responsáveis por nossa sustentação e pelo impulso do nosso corpo.

Neles passam diversos nervos que se conectam a vários órgãos, como o coração e o cérebro, o qual manda impulsos nervosos constantemente. Muita gente não sabe, mas existe um ramo de atividade definido para cuidar do bem-estar dos nossos pés: a podologia.

 

O que é podologia?

Considerada uma atividade auxiliar à medicina, a podologia tem como função promover a saúde dos pés, prevenindo e tratando problemas específicos. Há, também, o ganho em estética, auto-estima e qualidade de vida.

 

Entre as áreas que a podologia cuida, podemos citar:

• Infantil (podopediatria) e geriátrica (podogeriatria);

•  Laboral (pé do trabalhador);

•  Desportiva (pé do atleta);

•  Preventiva;

•  Ortopédica (ortopodologia);

•  Pé de risco (com alterações e especificidades, como o pé dos diabéticos).

 

Com tantas áreas de atuação, dá pra imaginar que são muitas as situações em que um tratamento com um podólogo pode ser essencial, não é mesmo? As doenças mais comuns tratadas por esse profissional são:

 

• Joanete

Hereditário e com nome complicado, o hálux valgo trata-se de um desvio ósseo localizado na lateral do dedão do pé, causando um calo que normalmente inflige muita dor e que dificulta, ou até impossibilita, o uso de calçados fechados. Apesar de existir o tratamento cirúrgico, feito por um médico ortopedista, existem outras opções menos invasivas, como o uso de corretivos recomendados pelo podólogo.

 

• Calosidades e verrugas

Comumente confundidos por estarem localizados na sola do pé, por exemplo, são bastante diferentes, enquanto os calos ocorrem justamente por conta da pressão exercida pelo próprio corpo ou pelos sapatos. As verrugas têm origem viral, ou seja, dão o ar da graça quando há um comprometimento da imunidade: uma infecção, uma situação estressante, entre outras razões. É aí que se torna essencial um tratamento com podólogo: apenas um profissional qualificado saberá diagnosticar o problema corretamente e prescrever o tratamento adequado para cada caso.

 

• Micoses

A área dos pés é tudo que os fungos querem para poder se proliferar: estão constantemente sob a ação do calor e da umidade. Podendo afetar tanto a pele quanto as unhas, infecções fúngicas podem requerer um longo tratamento, especialmente se diagnosticadas tardiamente. Por isso, é importante procurar auxílio caso note alguma alteração na coloração dessas áreas, podendo ou não ser acompanhada de prurido (coceira) e descamações.

 

• Unhas encravadas

Se você já sofreu com esse problema, sabe bem: ele causa dor, e muita. Vários fatores podem acarretar no seu surgimento: cortes inadequados, calçados apertados e até mesmo a genética. Um tratamento equivocado pode não só piorar o problema, como levar à perda da unha ou até causar infecções mais graves no organismo.

 

• Pés diabéticos

O portador de diabete pode desenvolver algumas doenças no decorrer de sua vida e uma delas é a Neuropatia. A Neuropatia leva a perda da sensibilidade podendo aparecer uma lesão sem que a pessoa perceba e, com isso, desencadeando outras situações delicadas nos pés como infecções, pele ressecada, calosidades, fissuras, entre outras. Por isso o tratamento periódico com um profissional técnico especializado em podologia é de grande importância.

 

• Podologia esportiva

Os clientes esportistas podem ter seus pés acometidos de alterações provocadas pelo esporte como calosidades sobre a pele, descolamento de unhas ou até sua perda, lesões, etc.

 

• Chulé

A bromidrose é caracterizada pela presença de mau cheiro em áreas como axilas e pés, que aparece devido a transpiração associada à presença de bactérias.

Além dos casos acima, o profissional capacitado também lida com dores, lesões e uma lista extensa de outras situações. Em caso de dúvida, não hesite em procurar um tratamento com podólogo parceiro da Diersmann. E aí, gostou das dicas?

 

Fonte: Copyright © 2001 eHealth Latin America

 

Receba nossa newsletter
Clique aqui que ligamos para você