Coronavírus: dúvidas ou sintomas suspeitos? Fique em casa e ligue para a Vigilância Sanitária da sua cidade. Clique aqui e saiba mais.

O que está acontecendo

Saiba como manter a imunidade em alta

Todos os dias temos contato com microrganismos agressores. Isso acontece principalmente pela alimentação. Má alimentação, estresse, privação de sono, intestino ruim e desidratação diminuem a nossa imunidade. Ou seja, não existe um alimento ou nutriente milagroso que evite ou trate COVID-19, doença causada pelo novo Coronavírus. “A imunidade é formada por um conjunto de fatores que atuam contra diferentes doenças, vírus e bactérias. Não podemos elencar um único alimento ou uma vitamina para resolver um problema de saúde”, aponta a nutricionista Alana Kolling – CRN 11552, da Clínica LGCON, parceira da Diersmann.

Por outro lado, uma dieta balanceada ajuda o organismo a se manter preparado contra invasores. “Se a pessoa se alimentar corretamente, seu sistema imunológico estará bem, independentemente do tipo de infecção”, informa. De acordo com Alana Kolling, “na maioria das vezes escutamos nossos pacientes que não têm tempo para preparar uma refeição e, por isso, utilizam os meios mais rápidos – os chamados fastfoods. Agora que o tempo nos oferece uma pausa, sem trânsito, sem escolas, sem igreja, sem parques, sem bares, restaurantes ou lanchonetes, podemos refletir sobre como podemos nos alimentar de forma mais saudável”.

 

Dicas de cuidados da alimentação na quarentena:

👉 Não deixe de consumir frutas, pelo menos 3 porções ao dia;

👉 Inclua fontes de proteínas em sua refeições, elas irão te ajudar com a saciedade e preservação de massa muscular. Carnes, ovos, peixes, frango, leguminosas, leite e derivados;

👉 Jamais deixe os vegetais de lado, consuma pelo menos, 2 tipos diferentes nas principais refeições, sejam crus, cozidos, assados ou refogados;

👉 Utilize temperos naturais, eles possuem inúmeros compostos e vitaminas que auxiliarão no controle da ansiedade e a sua imunidade;

👉 Não esqueça de beber água;

👉 Mantenha-se minimamente ativo, temos tantos profissionais compartilhando dicas de treino e exercícios em casa mesmo

👉 Mantenha sua suplementação usual de acordo com a orientação do profissional que cuida de você;

👉 Descanse, leia um bom livro, aproveite esse momentos com a família, estude, trabalhe, cozinhe ou ouça sua música favorita.

 

Alana conta que temos de investir em fontes de todos os nutrientes, porém destaca alguns que dão uma força especial. “Eles favorecem os glóbulos brancos, que são as nossas células de defesa”, complementa. Por isso é importante a inclusão de alguns alimentos como:

• Carotenoides: (damasco, manga, cenoura, abóbora), verde escuros (brócolis, couve) e vermelhos (tomate, frutas vermelhas);

• Vitamina C: laranja, limão, tangerina, acerola, caju, morango, tomate, pimentão, repolho e vegetais verde escuros;

• Vitamina E: gérmen de trigo, óleos vegetais (girassol, algodão, soja, azeite de oliva), abacate, oleaginosas (castanhas, amêndoas, nozes), gema de ovo, grãos;

• Ácido fólico: vegetais verde escuros (agrião, couve, brócolis) e leguminosas (feijão, lentilha, ervilha);

• Zinco: ostras, peixes, carnes, aves, produtos com grãos e cereais integrais, nozes, leguminosas;

• Selênio: oleaginosas (principalmente castanha do Brasil ou do Pará), frutos do mar, gérmen de trigo, produtos com grãos e cereais integrais;

• Gorduras boas: peixes de água fria, semente de linhaça, abacate, nozes e castanhas.

Neste período os alimentos também devem ser higienizados corretamente, inclusive os orgânicos. Com a dica abaixo você pode evitar a transmissão do COVID-19 por meio dos alimentos!

SOLUÇÃO DE LIMPEZA DOS ALIMENTOS: Coloque o alimentos em uma solução de hipoclorito de sódio com água por 15 minutos (1 colher de sopa para 01 litro de água). Enxágue os alimentos com agua potável, seque os alimentos naturalmente ou utilizando papel toalha. Armazene os alimentos em um pote seco e limpo. Mantenha refrigerado para aumentar a durabilidade do alimento.

Trabalhar em casa pode não significar que há mais tempo para cozinhar, especialmente se você agora é responsável por ensinar seus filhos e/ou executar suas atividades profissionais remotamente. Mas se você tem filhos em casa, porque não incluí-los no planejamento, limpeza e preparo das refeições? Ensine-os a escrever e a exercitar matemática, leitura e ciências.

• LEITURA | ESCRITA: Peça aos seus olhos para fazerem uma lista do que há na despensa e na geladeira. Depois, peça que consultem sites de receitas online para encontrar refeições e lanches que utilizam o que está disponível.

• MATEMÁTICA: Encontre a matemática ao medir colheres e xícaras, contar números de ingredientes, fazer um balanço de itens da despensa ou planejar o tempo que levará para preparar, cozinhar e comer.

• CIÊNCIA | BIOLOGIA: Envolva as crianças em assar pão, cozinhar um ovo ou criar um molho caseiro para salada. Pesquise para descobrir a ciência por trás das mudanças nos ingredientes quando aquecidos ou misturados. Aproveite este momento também para preparar uma receita com seus filhos.

A nutricionista Alana, deixa aqui uma receita muito prática e gostosa para você preparar com as crianças e exercitar tudo o que aprendeu!

Cookies integrais de linhaça e gergelim

Ingredientes:

· 1 ovo inteiro

· 1 col (sopa) de manteiga

· 1 xíc. de açúcar mascavo

· ¼ xíc. de água

· ½ xíc. de gergelim

· ½ xíc. de linhaça

· 1 xíc. de farinha integral

· 1 col. (chá) de fermento químico

Preparo: Colocar os ingredientes numa tigela e mexer, até formar uma massa homogênea. Acrescentar o fermento. Em uma forma untada, colocar colheradas da massa e levar ao forno por 20min. Depois é só se deliciar! 😀

Mas não adianta cuidar da alimentação sem ficar atento aos hábitos do dia a dia. Correria, estresse, insônia, tabagismo e excesso de bebida alcoólica, por exemplo, podem afetar bastante a resposta imunológica, diminuindo as chances de defesa do organismo.

Além dos cuidados com a alimentação, é importante a prática regular de exercícios físicos, porque aumenta a produção de anticorpos e reduz o estresse”, acrescenta. Entenda esse cuidado também pelo equilíbrio de corpo e mente, uma vez que os problemas emocionais desestabilizam a saúde como um todo.

Receba nossa newsletter
Clique aqui que ligamos para você